Malco Camargos: Aécio não é imbatível em BH

publicado em 21 de julho de 2012 às 0:37

por Luiz Carlos Azenha

A política mineira voltou à normalidade. Depois da “anormalidade” de 2008, quando Fernando Pimentel do PT e Aécio Neves do PSDB apoiaram o mesmo candidato — Márcio Lacerda, do PSB –, desta vez o eleitor terá escolha na disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte.

Tudo indica que não haverá segundo turno, já que a candidata do PSTU, Vanessa Portugal, luta para marcar 2% dos votos.

O senador Aécio Neves, embora importante cabo eleitoral, “não é imbatível” na capital mineira.

As considerações são do doutor em Ciências Políticas e professor da PUC de Minas Gerais, Malco Camargos.

Ele registra que as três pesquisas divulgadas até agora dão vantagem a Márcio Lacerda (PSB) sobre Patrus Ananias (PT), variando de 5% a quase 20%.

Afirma que o tempo de televisão será decisivo, aumentando a importância da batalha judicial pelo apoio do PSD, o partido fundado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. Por influência dele, o partido anunciou apoio a Patrus Ananias, mas lideranças locais ligadas a Aécio Neves se rebelaram.

Se o PSD ficar com o candidato petista, Patrus terá apenas 2 minutos a menos de tempo de TV que Lacerda. Caso contrário, a diferença será de 6 minutos (14 a 8 para o candidato do PSB, uma enormidade).

Malco Camargos afirma que o candidato petista terá pela frente a tarefa de relembrar os eleitores não só de sua gestão como prefeito da capital mineira, mas também dos mais de cinco anos que comandou o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Para o cientista social, o ex-presidente Lula e o senador Aécio Neves serão os cabos eleitorais mais importantes na disputa, mais até que a presidente Dilma e o governador Antonio Anastasia.

Malco afirma que Aécio Neves “não é imbatível” em Belo Horizonte. Em 1993, foi derrotado pelo próprio Patrus na disputa pela prefeitura. E, nas eleições presidenciais mais recentes, em 2010, Marina Silva foi a mais votada em Belo Horizonte, deixando para trás o candidato apoiado formalmente por Aécio, José Serra.

Em 2012, por se tratarem de dois candidatos com baixa taxa de rejeição, experiência no cargo e tradição de investimento na área social, Malco Camargos antevê uma campanha centrada nos projetos de futuro para Belo Horizonte.

Ouça aqui as duas partes da entrevista

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s