Mensalão ? Jovens distribuem jornal sobre privataria tucana

Estudantes fazem panfletagem do jornal sobre a privataria tucana na USP.

O Conversa Afiada publica e-mail que recebeu do amigo navegante Igor Felippe:

Estudantes fazem panfletagem do jornal sobre a privataria tucana na USP


Do Levante Popular da Juventude

Um grupo de estudantes da Universidade de São Paulo faz uma panfletagem do jornal Brasil de Fato sobre o livro A Privataria Tucana, de Amaury Ribeiro Jr, nesta quarta-feira (8/8), às 11h30, em frente ao bandeijão central da USP.

Participam do protesto estudantes ligados as organizações Kizomba, Levante Popular da Juventude, Marcha Mundial das Mulheres e ParaTodos

Segundo os estudantes, o PSDB comandou o maior processo de privatização e entrega do patrimônio nacional na história do país nos dois governos Fernando Henrique Cardoso.

“Foram mais de vinte e cinco empresas públicas vendidas a preço de banana, no maior escândalo nacional na história recente”, afirma Caio Santiago, militante do Levante Popular da Juventude.

Segundo o jurista Fábio Konder Comparato, os responsáveis por este processo deveriam ser “condenados à indignidade nacional” por crime de lesa-pátria.

“Os grandes jornais, supostos defensores da ética, mostram dia e noite o julgamento do Mensalão, mas escondem da sociedade o que foi esse processo e os responsáveis pela privataria”, questiona Santiago.

A juventude vem organizando uma série de atividades para denunciar o processo da chamada “Privataria Tucana”, com a distribuição de jornais sobre gestões de governos do PSDB.

No dia 23 de julho, no centro da cidade de São Paulo, na movimentada Praça Ramos, movimentos sociais e organizações políticas realizaram um ato denunciando o processo de privatizações da década de 1990.

USP

Os estudantes denuncia a ingerência do PSDB na USP, controlando a Reitoria com “rédeas curtas”.

O então governador José Serra que nomeou o atual reitor da universidade, de acordo com os estudantes, para levar adiante “seu projeto autoritário e privatizante também na USP”.

Santiago avalia que “nas eleições municipais em São Paulo, este projeto neoliberal está expresso mais uma vez na candidatura José Serra, que chefiou pessoalmente o plano de privatizações”.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s