Lula estranha cancelamento de debate da Globo e chama situação de ‘vergonha’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou como “vergonha” a decisão da Rede Globo de cancelar o debate entre os candidatos à prefeitura de São Paulo, que seria realizado amanhã (4). “Fernando Haddad é o único candidato que apresentou o programa de governo. E veja que engraçado. Todas as campanhas em que o PT estava na frente das pesquisas, tinha debate na Globo, na Record. Agora não tem mais debate. Vocês estão lembrados de quando fui candidato, em 2006? Colocaram a cadeira vazia porque não fui ao debate, estão lembrados?”, afirmou durante comício ao lado do ex-ministro da Educação em São Mateus, na zona leste da capital.

“E agora o Haddad está louco por um debatezinho na Globo, está doido por um debatezinho na Record, e nenhuma está fazendo o debate desta vez. É uma vergonha que a cidade mais importante do Brasil, a mais rica deste país, a que tem mais população, não tenha debate na TV”, continuou.

Os dois principais debates entre os candidatos deveriam ter ocorrido esta semana, mas foram cancelados por diferentes motivos. No caso da Record, a emissora argumentou que Celso Russomanno (PRB), até agora líder nas pesquisas, não poderia comparecer devido ao nascimento da filha, e que José Serra havia rejeitado o convite, versão desmentida pelo tucano. Já a Globo anunciou a decisão depois que o candidato do PRTB, Levy Fidelix, obteve liminar garantindo a presença dele e do postulante do PSOL, Carlos Giannazi. A emissora manifestou que com oito candidatos ficava inviável encaixar um debate com duração máxima de duas horas em sua programação.

Lula estranhou a linha de argumentação da empresa da família Marinho. “O pretexto é que tem partido nanico. Ai, meu Deus do céu. Ninguém pode ser condenado neste país por ser pequeno. As pessoas precisam de TV para ficarem grandes. O dado concreto é que eles não querem que essa pessoa aqui mostre a competência que tem. Essa é a verdade. E isso tem de ficar registrado porque faz parte da história deste país.”

Um pouco mais cedo, em conversa com jornalistas, Haddad voltou a cobrar de Russomanno a realização de um debate a ser transmitido pela internet. Para o ex-ministro da Educação, o candidato do PRB está mal informado ao afirmar que a legislação eleitoral não permite o embate virtual. “Eu convidei ele para um debate. E ele não aceitou. Pela quarta vez”, disse o petista, lembrando que Russomanno faltou aos encontros promovidos pelo UOL e pela Igreja Católica, além de dar “um jeito” de cancelar o debate da Record.

“Temos de nos encontrar para esclarecer as dúvidas. Ele não conhece o sistema de transporte de São Paulo. Não é por mal: ele não tem familiaridade com o assunto”, afirmou o petista, novamente em referência à proposta do adversário de cobrar a tarifa de transporte público de acordo com a distância percorrida, o que acabaria por penalizar os moradores da periferia. “Estou sempre aberto a debater, sobretudo quando alguém está em dúvida, como ele. Ele não sabe quanto custa o Bilhete Único Mensal. Está prometendo congelar a tarifa por quatro anos. Está um pouco perdido, natural para uma pessoa que está sem equipe, que está em busca de uma equipe de última hora. Quem sabe no segundo turno, quando estiver mais bem assessorado, ele desista da proposta de cobrar mais de quem mora longe e menos de quem mora perto.”

Rede Brasil Atual

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s