Corporativa, mídia blinda Veja e Policarpo

Ricardo Noblat foi o primeiro jornalista a sair em defesa do diretor de Veja, alvo de um pedido de indiciamento por formação de quadrilha; segundo o relator da CPI, Odair Cunha, Policarpo Júnior tinha plena consciência de que colaborava com as atividades do grupo criminoso; na ótica de Noblat, era apenas uma relação entre fonte e jornalista

247 – O deputado Odair Cunha (PT-MG), que relatou a CPI do caso Cachoeira e tentará ler, nesta quinta-feira, às 10h30, seu relatório final, tem tudo para ser convertido no inimigo número 1 dos grandes meios de comunicação do País. Tudo porque decidiu propor o indiciamento criminal de alguns jornalistas – é o caso, por exemplo, de Policarpo Júnior, diretor de Veja, incurso, segundo Odair, no artigo 288 do Código Penal, por formação de quadrilha.

No capítulo dedicado aos meios de comunicação, Odair aponta que Policarpo tinha plena ciência de estar colaborando com os objetivos econômicos da quadrilha de Carlos Cachoeira – era assim, por exemplo, quando produzia reportagens que atendiam a interesses da construtora Delta. Em relação a outros profissionais, Odair Cunha chegou a sugerir até o indiciamento pelo crime de lavagem de dinheiro, além de formação de quadrilha.

No entanto, já é grande a pressão para que o texto de Odair caia no esquecimento. Corporativa, a mídia fará de tudo para blindar a revista Veja, bem como seu diretor Policarpo. O primeiro a sair em defesa do profissional foi Ricardo Noblat, num texto publicado agora à noite.

Leia um trecho:

“Lula não perdoa a Veja por ter batido forte nos seus dois governos. E denunciado as falcatruas produzidas ou toleradas por eles. Onde Lula e o PT viram relação promíscua e criminosa, a Polícia Federal e o Ministério Público viram uma relação normal entre fonte de informações e jornalista. Mesmo assim, o relator da CPI, deputado Odair Cunha (PT-MG), pediu o indiciamento de Policarpo e de mais quatro jornalistas por crime de formação de quadrilha. E recomendou ao Ministério Público que investigue mais seis. É o troco que o PT dá na imprensa…”

Leia também o trecho do relatório de Odair Cunha que diz respeito aos meios de comunicação e tire suas próprias conclusões. Para amanhã, são aguardados novos artigos em defesa de Policarpo & companhia.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s