O final patético da CPMI do Cachoeira

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira aprovou por 21 votos a 7 o relatório paralelo do deputado Luiz Pitiman (PMDB-DF). Os trabalhos da comissão foram encerrados.

O relatório, que tem apenas uma página e meia, não cita nenhum nome de investigado, critica o trabalho da comissão e diz que a investigação deve ser feita pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal. O parecer, segundo Pitiman, o deixa com a consciência tranquila por não ter condenado inocentes nem absolvido culpados. Esse argumento foi citado por diversos deputados favoráveis ao relatório.

Discursaram contra o relatório de Pitiman os deputados Silvio Costa (PTB-PE) e Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Silvio Costa disse que a comissão fabricou uma pizza com ‘t’ de trapalhada. Ele criticou o envio de documentos para o Ministério Público.

“Isso já veio de lá. Isso é uma piada, uma brincadeira. Não dá para transformar a CPI numa papagaiada dessas”, disse.

Discursaram a favor os deputados Domingos Sávio (PSDB-MG) e Armando Vergílio (PSD-GO). Vergílio disse que informações novas foram colhidas pela comissão, como as quebras de sigilo bancário, fiscal e telefônico de diversos investigados.

Segundo ele, o texto consegue reunir o pensamento da CPI, para que a comissão não passe em branco. Sávio disse que é uma falácia afirmar que relatório de Pitiman não acrescenta nada.

O relator da CPMI, deputado Odair Cunha (PT-SP), que teve o relatório rejeitado, votou contra o parecer de Pitiman. O vice-presidente da comissão, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), votou a favor.

Dificuldades


Ao defender seu texto, Pitiman disse não ter dúvidas de que houve boa vontade e dedicação da maioria. “Agora, da forma como encerramos, vejo que tivemos dificuldades técnicas e políticas para chegarmos a uma conclusão, para que pudéssemos chegar à finalização da CPMI com a consciência tranquila”. Ele disse que o fato de ter havido uma eleição municipal no meio da CPMI impediu que houvesse tranquilidade política.

Para Pitiman, quem votou contra seu relatório parece ter a intenção de não aprovar relatório nenhum e deixar a comissão sem resultado. “Uma página e meia com encaminhamento de tudo. Nós poderemos sim, nessas duas instituições (PF e MP), separados do calor político, separados da questão do momento, termos todas as condições de que haja realmente a continuidade das investigações. Estou pedindo aqui que não se encerrem as investigações hoje”, disse.

PS do Viomundo: O relatório final do petista Odair Cunha, aquele, desfigurado — o relatório, não o deputado — foi derrotado por 18 votos a 16

18/12/2012 – 13h17
CPMI aprova relatório paralelo que remete investigações para PF e MP

da Agência Câmara

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s